EVILGAMBIT´S LAIR

Primeiras impressões de Yakuza 0 – por evilgambit

Todo o drama e nonsense da melhor série da SEGA na atualidade.

 

 

Eu ainda estou jogando Yakuza 0 (Zero) no Playstation e devo dizer, o jogo está muito bom!

É bem provável que eu faça a tradicional análise completa do jogo, mas vai demorar – em muito porque o jogo detém MUITO conteúdo e eu estou adorando as famosas “side quests” deste capítulo.

 

No entanto, sinto-me na obrigação de adiantar alguma coisa (afinal, sempre é bom ter bons jogos para adquirir e jogar nas férias) na forma da vídeo análise de um tal de Angry Joe!

Confira logo abaixo:

 

 

 

Belíssima e bem humorada a análise do jogo! Eu salientaria a diversão impagável nas “side quests” e de todo conteúdo na forma de “mini games”; eu já passei horas jogando sinuca nesse jogo (acredite, é legal – tem até diálogos e apostas para te manter preso e entretido) e procurando as infâmias típicas de um jogo que não nega suas origens nipônicas.

 

Como bem disse Angry Joe a história é excelente, ao menos até o ponto onde estou e se continuar neste nível entra para o panteão de melhores da série! Mas eu ressaltaria um ponto MUITO IMPORTANTE; o Zero grifado no título do jogo não é por acaso trata-se de um prequel do primeiro jogo, lançado para o Playstation 2 lá em 2005!

Isso significa que teoricamente não é necessário nenhum conhecimento prévio da série para começar a jogar Yakuza 0! Mas é claro que existem significativas (e deliciosas) referencias para quem conhece a série, especialmente ao primeiro jogo.

Agora temos um protagonista Kazuma Kiryu (em 1988) ainda iniciando-se na hierarquia da máfia japonesa, com o característico bom coração mas ainda impulsivo e inexperiente (falar mais que isso seria spoiler na certa…).

 

É um bom aquecimento para o remake do primeiro jogo que será lançado apenas para o Playstation 4 no verão (norte americano) deste ano. Enquanto que Yakuza 6 (que saiu dezembro passado no Japão) fica com janela de lançamento gringo em 2018. Assim todos os jogos da série estão disponíveis no Playstation 3 e 4, com exceção do segundo jogo (que deve ganhar um remake em breve).

 

 

Eu sempre vou recomendar fortemente essa série! As pessoas erroneamente querem ver um Shenmue (ou GTA) nela mas é muito diferente disso e sob diversos aspectos. Eu já resumi os jogos da série como uma espécie de encontro de “Streets of Rage” com elementos clássicos de J-RPG, com elementos de exploração em cenários até certo ponto limitados mas com uma riqueza impar de detalhes envolvendo a cultura e o cotidiano japonês!

 

 

Yakuza já foi bem comentado aqui na EGL:
Trailers e informações sobre Yakuza 6
Análise para Yakuza 3 (PS3)
Análise para Yakuza 2 (PS2)

 

 

Sem comentários

Ainda não há comentários para esta postagem

Deixe um comentário (construtivo)

Mexico